segunda-feira, janeiro 01, 2007

Coração de morango (poesia)


Filho da natureza
de uma flor selvagem
se agita
num coração de morango.

Mordido de vermelho,
palpita afogado em chantili
e desmancha-se na boca
de a sua última tentação.


Gnomo Rosado: essa é minha poesia preferida! Além de ser perfumada também é comestível.

Gnomo Azul: se você morder um versinho nascer-lhe-ão mais brotoejas! E de Rosado, seu nome passará a ser Pintado. E não adianta reclamar, porque a essa hora a Madalena já se desconectou.



3 comentários:

  1. At 12:38 PM, Dezembro 07, 2006, joesio disse...
    Sorrateiramente o DUENDE LILÁS DE LINDOS OLHINHOS CINZAS intromete-se no assunto: "Amo morangos, principalmente quando são graúdos e bem vermelhinhos!... Ah!... Se vocês encontrarem Madalena, avisem-na que estão falando dela no PORTAL DA POESIA. Não posso dizer o que falam porque não sou fofoqueiro, mas que estão falando, isso é verdade!..."

    ResponderExcluir
  2. At 9:23 PM, Dezembro 09, 2006, Marco Aurélio disse...
    Já comeu morangos silvestres?

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. At 10:44 PM, Dezembro 09, 2006, Daniel Herrera disse...
    Olha só que blog mais feliz não?
    hehehe
    adore prima! Mas como ue eu ainnda não tinha conhecimento da existência desse blog tão criativo? hein?
    Falando em blog, deixa eu aproveitar e fazer a propaganda do meu, que é novíssimo em folh, dá uma passada lá:
    http://danherrera.blogspot.com

    Nuna é assim tão badalado quanto oseu mas...enfim =)

    bjaaaaummzaumm!!! pra tieta tb!
    em breve nos veremos ao vivo! ^^

    fuiz!

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...