segunda-feira, janeiro 29, 2007

Dia da saudade... E das histórias em quadrinhos!


Bruxa: snif, snif, snif. Não sei para quê existe o dia da saudade! Ah, lembro-me que aos trezentos anos, quando eu era uma mocinha com verrugas cor-de-rosa nas pontas das orelhas, era cortejada pelo mago Limonada. Oh, ele era tão azedo e sempre me trazia patinhas de sapos azuis, no meio de um buquê de espinhos. Snif, snif.

Magalena: dona Bruxa, assim, você vai encharcar o blog e vai acabar estragando meu template de morangos. Aí todas as criaturas fantásticas vão ficar desoladas. Assoe o nariz e ouça minha poética definição de saudade:

A saudade me faz sentir como uma joaninha escondida atrás de um coração de morango suculento, louca para mordê-lo, mas sem coragem para isso, pois se o fizer, terei engolido para sempre minha lembrança agridoce mais querida.

Gnomo Rosado: eu, eu... Fiz uma poesia. Posso mostrá-la, Magalena?

E mesmo sem esperar a resposta da dona do blog Morango, a criaturinha rosada, acompanhada pelo Duende Lilás, declamou em coro com o amigo:

Dia nacional das histórias em quadrinhos

Se eu habitasse
um gibi,
seria personagem
cricri,
da cor do vestido
da Mônica
e viveria
bem longe da Magali,
comedora de toda melancia.

E se ela
com o Cebolinha
quisesse morder
meu moranguinho,
daria uma de
Cascão
para proteger meu coração.

Autor: Gnomo Rosado com a participação do Duende Lilás,
em homenagem ao Maurício de Sousa, criador da Mônica e outros personagens que encantam o brasileiro e agora estão fazendo as malas para libertar sua magia pelo mundo todo!

Platinho: mas isso não está certo e não é muito filosófico. Vocês devem priorizar o dia da saudade e...

Gnomo Rosado: ora, Platinho, lembre-se de que o tempo é uma ilusão, portanto a saudade... Então, querido filósofo de plantão, o melhor a fazer é divertir-se com as histórias em quadrinhos neste exatamente AGORA.

Magalena: que bom que vocês se lembraram do dia das histórias em quadrinhos. lembram-se do Tio Patinhas e do Pato Donald?

Bruxa: ah, sim, lembro-me da Maga Min e da Madame Patológica. Elas me ensinaram cada receita de lamber o caldeirão. Disso eu também sinto saudade. Snif. Acho que a sopa de aranhas hoje vai ficar salgada com minhas lágrimas ácidas.

Beijinhos.

Um comentário:

  1. ...Eis que surge, com um brilho especial em seus lindos olhinhos cinzas, o DUENDE LILÁS: "Bom dia, meu povo!... Eu já não mais agüentava de tanta SAUDADE!... E por falar em saudades, eita coincidência danada de boa!... O professor Joésio também abordou o assunto no seu PORTAL DA POESIA. Acho que o meu professorzinho querido e a minha linda Fadinha loira estão enamorados!... Tão namorandô... tão namorandô... Brincadeirinha, viu minha linda e doce Fada (hi...hi...hi...)?... Eu estava só provocando o Rosadinho, que é apaixonado por você."

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...