domingo, fevereiro 11, 2007

Mexericas & mexericos - conto da laranjada!


Sua laranja azeda! Gritou a senhora Pon Kan toda mexerica para a senhora Bahia, que estava à sua frente falando alto para todos que quisessem ouvir, que a partir de então venderia seus doces encantos no mercado central. A dona Bahia virou-se para a Pon Kan e respondeu a provocação da mexeriqueira, sorrindo amarela e sem sementes na língua, dizendo-lhe que ela, sendo tão Pon e Kan não podia falar nada das outras porque... Além de ser tão solta, descascava fácil nas mãos ávidas dos fregueses, enquanto que ela, Bahia de todos os encantos, guardava as cascas bem juntas à sua laranja.

Nisso, apareceu a senhorita Carioca meio fora do seu tempo, já que estava longe da praia. Chegou toda pequena e vermelha de tanto tomar sol, bem de mansinho, e fez um mexerico mexendo com seu próprio aroma, quando disse que seu cheirinho ficava sempre na lembrança das mãos de quem a descascava. Essa declaração carioca deixou as senhoras que circulavam pelo mercado com vergonha. Tímidas, deram um jeito de irem aos lavatórios para lavarem bem as mãos, que as denunciavam com o cheiro daquela declaração.

Mas o pior problema era a fúria das senhoras Pon Kan e Bahia, que não se conformaram com aquela senhorita Carioca tão magra e sem graça e que conseguira roubar toda a atenção com aquele perfume estonteante. Com raiva, sacudiram suas cascas e rolaram em direção à desaforada.

No entanto, como o Sumo Sacerdote do Destino sempre age na hora certa, apareceu uma doce peregrina que viera de Lima, que interveio ao ficar bem no meio da briga, oferecendo seus pobres bagos em sacrifício em troca da paz mundial. Por onde passava, ela pregava a harmonia com toda a doçura que trazia na essência, desde que deixara seu bucólico pomar para enfrentar os inclementes mercados da vida.

A senhora Lima fez uma pausa para ganhar fôlego e até ficou meio esverdeada, mas mesmo assim continuou a pregar. Insistiu em que todas aquelas senhoras que estavam no mercado à procura da sua meia laranja, no fundo, não deixavam de ser laranjas irmãs e por isso deveriam completar-se confraternizando numa grande laranjada.

A dona Morgot, que até então não se manifestara, pois era a única que possuía casca fina, apareceu com uma jarra de gelo para colocar nas batidas, das senhoras que mesmo assim, continuaram ácidas, com os sucos de laranja quimicamente alterados.

Da série: Saga do Sabor
Livro: Contos & Crônicas Fantásticos - II
Madalena Barranco
Registro na FBN/EDA.


Gnomo Rosado: se fossem morangos a coisa teria sido diferente...

Moscatela Roxa (a aprendiz de feiticeira da Bruxa Uva): laranjas são para isso mesmo. Segundo minha mestra, a grande Bruxa Uva Passa, elas devem ser espremidas até o fim. Senão a magia não surte efeito e depois, a laranjada fica ótima como sabor de fundo de uma boa sopa de teias de aranhas .

Duende Lilás: oh, a dona Bruxa viajou para o pomar do mago Limonada e deixou essa enxeridinha no lugar dela. Bem... Ela é linda! Hum, Moscatela Roxa... Tudo bem, por mim ela pode ficar no blog Morango, porque dizem que sou enxerido, então, assim, serão dois do mesmo tom. Será que ela gostará de mim? Afinal, sou Lilás e encantado e assim, combino com ela!

Gnomo Rosado: dois mexeriqueiros. Isso sim! E eles sequer mostraram as caras para que saibamos como eles são! Quanto a mim, não há problema em visualizar-me. Sou mais bonito do que uma laranja e sou cor-de-rosa com pintinhas pretas.

E de repente, de um lado oculto da tela de morangos, surgiu um bólido alaranjado que se espatifou na cabeça do Rosadinho. Ele ficou desacordado e ninguém sabe se continuará vivo para a próxima postagem. Será obra do grande sacerdote do Destino?



Beijinhos de domingo da Magalena com suco de laranja gelado!

2 comentários:

  1. Fantasiado de Pierrô, entra no Se Eu Flor de Morango o 'mexeriqueiro' DUENDE LILÁS: "Olá, meu fantástico povo!... Vim aqui, a mando do meu professorzinho querido, para avisar-lhes que no PORTAL DA POESIA já foi dado o 'grito de carnaval', bem ao estilo do prof. Joésio: com muita poesia. Estão todos convidados, inclusive você, viu dona Bruxa?... Ah, não esqueça de levar suas patinhas de sapo, pois lá não terá petiscos!"

    ResponderExcluir
  2. Então, Madalena, tanto tempo sem actualizar o blog? Os fans em Portugal estão com saudades... Quer dizer, eu pelo menos estou!
    ;)

    António Vitorino

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...