sábado, julho 28, 2007

Blogs e sites culturabelíssimos – VI

Magalena: uma força maior que a própria literatura vem dos signos das letras, e me faz falar dos amigos e da literatura culturabelíssima – VI. Agradeço aos escritores e poetas maravilhosos com que eu me surpreendo cada dia no mundo Web e desejo-lhes sucesso. Eu ficaria muito feliz de um dia ver seus textos nas estantes mais nobres das livrarias!

ASAS CLARAS

Blog da poetisa ROSE CARRARA, brasileira do sul, psicóloga. Atualmente publica sua produção poética no espaço Globoonliners no referido blog e interage com diversos blogs da turma de a Ponto de Vista Literatura e da Globoonliners, participando também do blog do Jorge Antonio 1.de Vista. Sua poesia é “clara” e faz o leitor voar pelas asas da imaginação, assim como anuncia o belo título de seu blog. As formas das estrofes em algumas poesias desenham delicados caligramas, que às vezes por apenas sugerirem uma forma, eu diria que são representações da alma da própria mensagem.

Gnomo Azul: eu como o gnomo mais velho e sábio do blog Morango, perco a razão e me entrego ao meu etéreo tom azulado ao sentir as reflexivas e delicadas mensagens da nossa querida poetisa Rose.




RAMOSFOREST
Blog de LUIZ RAMOS FILHO, brasileiro do Rio de Janeiro, que está se tornando um dos meus filósofos prediletos do espaço Globoonliners, pelas suas mensagens a favor de todas as naturezas e principalmente mais controvertida de todas, que é a natureza humana. Seu sorriso amigo e sincero traduz-se com energia nas mensagens com as quais brinda o leitor em seu blog e na importante interatividade que mantém com os blogueiros – sempre levando um comentário sábio e amigo.

Platinho: ah, falou em filosofia, mexeu comigo!!! O que ao fim não é tão racional assim como muitos acham, pois a tarefa mor de um verdadeiro filósofo é saber aliar o pensamento à vontade que nasce do sentimento. Lembrei-me de uma passagem do livro “O Mundo de Sofia”, de Jostein Gaarder, onde Sócrates exclamou diante de uma tenda de mercado em que estavam expostas diversas mercadorias: - “Vejam quantas coisas o ateniense precisa para viver”, ou seja: a felicidade consistia em libertar-se de coisas efêmeras e casuais e podia ser alcançada por todos. O Luis Ramos me passa esse propósito de vida em sua forma de escrever.



DEBAIXO DO BULCÃO
Blog “poezine” do escritor e poeta ANTÓNIO VITORINO, de Portugal, que está completando dez anos neste mês de julho, dedicado à divulgação da literatura, onde ele prestigia e publica poetas de várias partes do mundo lusófono. António também possui seu blog pessoal, que é o “Vitorinices”, onde nos brinda com trabalhos de sua autoria e curiosidades sobre Portugal.

Sereia Algalinda: eu, que conheço tudo além mar posso afirmar por todas as minhas escamas douradas, que o António Vitorino sabe onde está o sentimento poético, quando seleciona trabalhos para seu “poezine”. Quem lê, pensa estar ouvindo o canto da sereias.... E em seu blog pessoal, aproveitei para conhecer um pouco mais sobre Portugal, já que sou sereia e dificilmente vou à terra. Então, lendo o “Vitorinices” sei do que se passa por lá e acreditem... Há coisas bem parecidas com os países dos mares do sul.

Bruxauva: bah, a Magalena não disse que ia falar de um blog de cada vez, na cópia do Morango no Globoonliners? Sequer me convidaram para comentarista... Aguardem-me – estou verde de raiva!!!

Gnomo Rosado: nada disso dona Bruxauva verruguenta. Você está verde porque come sapos demais, engolindo-os com casca e tudo... Se você seguisse a filosofia do blog Morango e apenas comesse frutinhas agridoces, quiçá você fosse mais parecida aos seres humanos...

Beijinhos culturabelíssimos

Um comentário:

  1. Olá, Madalena!
    Muito obrigado pela simpatia!
    Aproveitei a "deixa" para colocar mais um poema seu no blog Debaixo do Bulcão.
    Não é para retribuir (portanto, não precisa agradecer): é que, cada vez que um poema seu aparece naquele blog, ele fica mais bonito.
    Deixe-me, no entanto, fazer uma rectificação: o projecto Debaixo do Bulcão completou 10 anos, mas em Dezembro. O e-mail que eu enviei não era suficientemente explícito (falava em poemas de há 10 anos atrás, mas esses deram já da edição - em papel - número 4). Daí a confusão, suponho eu...

    Agora para a Sereia Algalinda: você, minha linda, merece um comentário mais elaborado (que não faço agora, por falta de tempo, e para não abusar da hospitalidade). Mas digo-lhe já que, se "há coisas bem parecidas com os países dos mares do sul" aqui em Portugal, isso não é nada de estranhar, não lhe parece?
    Afinal, como diz a canção, "quem foi que inventou o Brasil?"...
    Só que vocês aí têm problemas a uma escala maior... O que não admira nada: basta considerar que a população de Portugal (10 milhões) cabia toda em São Paulo, e ainda sobrava muito espaço, não é?

    Beijos para todos (Madalena e criaturas fantásticas)deste vosso fã

    António Vitorino

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...