sábado, setembro 08, 2007

Admirável mundo... CONECTADO!

Sereia Algalinda: eu que conheço todos os mares da Terra ainda não havia navegado pelas histórias da imensa e novíssima Livraria Cultura, no conjunto nacional da Av. Paulista, recentemente restaurado. Como sou anfíbia, preferi utilizar-me da rampa de acesso em vez de submeter-me à escadaria. A rampa é mais pomposa e a ocasião era especial – o Juliano Spyer, dali a pouco, lançaria seu livro CONECTADO no auditório da livraria. E eu, mesmo sendo sereia queria provar que o mundo da fantasia, por mim representado, também estava presente no mundo virtual/real, que é tema do livro do Juliano. De repente, minhas nadadeiras estremeceram de alegria e qual não foi minha surpresa quando vi a Magalena e sua mãe, a Antonia, de mãozinhas dadas como boas amigas, subindo a rampa bem atrás de mim!

Magalena: ah, quando eu vi a sereiazinha do Letras de Morango ganhando a vida de minha fantasia, eu tive certeza de que o que estava por vir seria uma conexão real entre as dimensões das letras de tela acesa entre as letras grafadas no papel. Eu e a Antonia nos surpreendemos com a beleza da livraria de três andares, com várias poltronas espalhadas pelo ambiente e alguns pufes gigantes estrategicamente colocados no centro, com gente comodamente reclinada e totalmente absorta na leitura dos livros em que estavam submersos. Eu tive vontade de entranhar-me naquelas prateleiras convidativas, que ora me chamavam pelos lançamentos, ora pelos livros espiritualistas e seus mistérios, entre os clássicos e entre a literatura fantástica, como As Brumas de Avalon – todos os livros estavam à minha espreita... Ainda bem que a Antonia me puxou para a realidade com seu senso prático e fomos para a escadaria que dava acesso ao auditório. Em poucos minutos lançar-se-ia ao mundo, o admirável CONECTADO.

Sereia Algalinda: enquanto aquelas duas abraçavam o Juliano, com alegria em reencontrar-se após o primeiro contato na Casa das Rosas, eu, já estava sentada no auditório bem na primeira fila, aguardando o debate "Quem comanda a internet - amadores ou profissionais?", com a participação de Alexandre Matias (Link-Estadão) e Luli Radfahrer (ECA-USP).

Magalena: o Juliano estava visivelmente nervoso e emocionado, mas controlou bem a situação e provou que é bom palestrante, dando uma idéia geral do seu livro. O Luli encantou com seu papo aberto e o Alexandre deixou o ambiente mais descontraído ainda – tanto assim, que a platéia tomou conta do debate e várias pessoas falaram sobre a possível fusão do amador e do profissional, que está acontecendo no mundo da internet. Compreendeu-se que ocorre uma rápida desconstrução de valores para em seguida construir-se outros mais amplos. E agora, com a conexão perfeitamente plugada, é possível materializar a fantasia... Falou-se muito em “ruído” e depois chegou-se à conclusão de que isso equivalia ao nosso velho “joio do trigo” – e que acontecia em qualquer área.

Bruxauva: se vocês acham que eu não estava lá estão enganados!! Sou bruxa sim e também relegada ao abandono do Letras de Morango, por isso eu me convidei ao tal evento. A Magalena estava sem jeito de entrar no debate... Aí, Hehehe! Eu peguei minha melhor patinha de sapo seca com unhas afiadas e espetei o traseiro dela. Ela deu um pulo da poltrona e levantou a mão meio que involuntariamente. Mas já era tarde para desistir, porque o Juliano apontou-a em seguida. Hehehe! Até a Antonia ficou contente, porque ela já havia perguntado à filha se ela também não iria colocar sua opinião.

Magalena: sua, sua b-r-u-x-a! Então foi você! Até agora estou com um calombo no... Não vou dizer onde porque é indecoroso...



Bruxauva: se não fosse por mim a Magalena não teria dito algo bem pertinente à questão virtual. Ela pegou carona na opinião de uma mulher sobre a era contemporânea e afirmou que já estávamos vivendo a era Virtual, e que o livro CONECTADO era uma ponte para compreender melhor o importante rito de passagem de era. Aí, o jornalista Alexandre entrou na discussão e disse que o correto seria chamar a era de Tecnológica, mas como a Magalena é das minhas, ela rebateu e continuou afirmando que o termo correto seria Virtual! Hehehe!

Sereia Algalinda: o.k., bruxinhas a parte. Se eu não cortar por aqui a dona Bruxauva toma conta da postagem. O tempo passou tão rápido como um submarino de última geração e quando me dei conta eu já estava bem à frente da Magalena e da Antonia na fila de autógrafos. O Juliano deixou uma linda mensagem no livro, que logo a Magalena transformará em resenha para o Leia Livro! Observei que o Juliano estava cansado, apesar de seu esforço para manter-se firme, quando reparei que a dona bruxinha estava lá naquela fila com mais de cem pessoas, chutando a canela de um leitor, que se havia atrevido a dizer que o livro CONECTADO era descartável... Claro, afinal o ser humano é bem parecido ao morango> agridoce! E a bruxa havia simpatizado com o Juliano, dizendo que sua experiência de mais de mil anos de idade, levava-a a acreditar que um livro como aquele era atemporal!!!

Magalena: para mais informações, acessem o blog do Juliano em http://www.naozero.com.br



Bruxauva: mas eu ainda não acabei de falar! Eu quero registrar minha indignação sobre a livraria Cultura ter colocado o livro CONECTADO na seção de informática – esse livro deveria ser colocado bem à vista, assim como um manual de sobrevivência ATUAL!

Beijinhos conectados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...