sexta-feira, setembro 07, 2007

Papagaio do Brasil – poesia em homenagem ao dia da independência do Brasil – 07/09


Como
mascote verde
da terra dourada
eu não
te contradigo
e repito
sempre
tua palavra
de fé:

Pátria amada!

Então,
porque rasgas
a bandeira
tatuada
em minhas
penas
e me cortas
as prósperas
asas?


Madalena Barranco
Registro na FBN/EDA

Magalena: nesta semana em que o Brasil vibra em seu coração verde e amarelo pela comemoração do Dia da Independência, escolhi o tema Ecologia para homenagear meu amado país, através da figura que melhor o representa em nossa fauna alada.






Gnomo Verde (o gnomo mais brasileiro dos legendários gnomos): a independência reside no respeito que temos pela nossa natureza, assim como diz o hino nacional mais lindo e completo que eu conheço: “Gigante pela própria natureza (...)”


Bruxauva: bah, agora tem uma criatura verdolenga para tirar o meu brilho... Se não fosse porque conheci Dom Pedro I no dia em que ele gritou "Independência ou morte" às margens do rio Ipiranga, eu faria a revolução dos sapos aqui neste blog, eca, morango!


Beijinhos da cor do Brasil!

5 comentários:

  1. Eu adoro a Bruxauva.
    Ela sempre tem os seus comentários interessantes.
    Então, viva a independência dependente. Na terra brasilis nada é o que realmente parece.
    Beijos meus a você...

    ResponderExcluir
  2. Minha querida amiga e poetisa Madalena Barranco. É sempre muito gratificante poder estar aqui e passear por esse seu blog maravilhoso. Parabéns pelo lindo trabalho que você oferece ao mundo virtual e aos leitores internautas. Um abraço amigo. Sardenberg

    ResponderExcluir
  3. se eu quisesse pesqusar isto AGRADESSERIA !!!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei esse papagaio tatuado e gorduchinho, adoro as verdades da Bruxuva, vem lá do fundo das águas dos antepassados...tá lindo o poema verde/gorducho, pra pensar e repensar, bjosssssave/nave lá dos vaga lumes., no seu coração Madá!

    ResponderExcluir
  5. Lilian, querida!! Que alegria recebê-la na casinha de Morangos, neste poema do papagaio!! Obrigada pela suave presença neste cantinho de 2007... Afinal, tudo é atemporal:)

    Beijos, carinho imenso
    Madá

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...