domingo, novembro 18, 2007

Joaninhas & abóboras - conto



Magalena: gostaria de convidar meus queridos leitores & amiGOs para ler uma aventura de amizade, temperada com doce de abóbora! Leia um trecho da história a seguir:



- Toc tic toc! Tuc tic tuc!

- Não estou! Respondeu Joaninha, que já perdera o sono. E quando ia abrir a porta fazendo uma careta de brava, ouviu uma voz triste que vinha do lado de fora da janela. Joaninha vestiu seu casaco vermelho com bolinhas e sentiu que se transformava numa super-heroína prestes a desvendar o mistério do “toc tic tuc”. Leia mais no site CRONOPINHOS.



Dona Fantasia: oh, mas por que a joaninha cor de abóbora estava tão triste? O que faz as pessoas gostarem tanto de doces & cores e de uma bela amizade?


Bruxauva: eu prefiro patas de sapos, e bons inimigos dispostos a serem meus amigos... Se eu fosse a dona Joana, mãe da menina Joaninha, eu teria aproveitado para colocar a joaninha inseto no caldeirão de doce de abóbora...





Beijinhos.

7 comentários:

  1. "Joaninhas & Abóboras" é outro gol de placa! Parabéns por essa sua carreira vitoriosa e por tantas palavras de incentivo que nem sei se sou merecedor! Mais sucesso, mais saúde, mais paz a você minha amiga!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia minha cara...
    E começo a semana lendo suas gentis e sonoras palavras. Desta vez via Dona Joana (adoro joaninhas) elas sempre me fazem companhia e eu fico horas a fio a observá-las aqui na jabuticabeira que floriu lindamente, perfumou a paisagem e agora está verdejante com seus pequenos frutinhos. Gostaria de saboreá-los?
    Ah! Tenho um convite pra vc e espero que encontre tempo nessa sua agenda, é uma ocasião especial e seria feliz se pudesse conceder-me este desejo.
    Beijos meus a você e que a Lua em peixes traga muita inspiração no dia da lua (hoje) e nos demais dias...

    ResponderExcluir
  3. A força da nossa amizade vence todas as diferenças...
    Aliás... para que diferenças se somos amigos?
    Quando erramos... nos perdoamos e esquecemos
    Se temos defeitos... não nos importamos...
    Trocamos segredos...
    e respeitamos as divergências...
    Nas horas incertas, sempre chegamos no momento certo...
    Nos amparamos...nos defendemos...
    sem pedir...
    fazemos porque nos sentimos felizes em fazer...
    Nos reverenciamos... adoramos... idolatramos... apreciamos... admiramos.
    Nos mostramos amigos de verdade,
    quando dizemos o que temos a dizer...
    Nos aceitamos , sem querer mudanças...
    Estamos sempre presente,
    não só nos momentos de alegria,
    compartilhando prazeres,
    mas principalmente nos momentos mais difíceis...

    ResponderExcluir
  4. Ah, D. Fantazia... é a fantazia, ora! (;

    É sempre um encontro lúdico vir aqui, moranguinha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Luis Servo, obrigada pelo carinho > eu e as joaninhas agradecemos - hehehe!

    Lunna, querida, seu comentário é um jardim poético. Hum, adoro jabuticabas!!! Suas palavras são sempre um convite à amizade feliz. Obrigada!!!

    Patrícia, sua prosa-poética é linda e traduz a amizade em ternura. Muito obrigada pela visita!!!

    Paula, a dona Fantasia já é sua amiga!!!

    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  6. Magalinda, passei pra te ler e visitar. Estou com saudade de ti!!

    Adoro a moscatela roxa,ela é linda!!! De todos seus personagens ela é a melhor, rsrsrs!

    Bj minha querida!

    ResponderExcluir
  7. Lu que maravilha receber-te aqui!!! Muito obrigada - a Moscatela também gosta muito de você. Beijos.

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...