sábado, fevereiro 16, 2008

O roubo da Lua


E a dona Fantasia e seu fiel escudeiro, o gnomo Verde, depois da “sopa de Tolkien” da coluna anterior e de festejar o Natal com a humanidade, viajaram pelo tempo que não existe no mundo dos sonhos e foram parar no século XIX, no Rio de Janeiro, bem no ponto onde nascia o gênero literário crônica no Brasil.

Gnomo Verde: oh, o que leio neste jornal “Correio Mercantil” é preocupante! O folhetinista José de Alencar é acusado por Francisco Otaviano, dono do jornal, como “o demônio inspirador dos vinte anos”!

Dona Fantasia: o próprio! Quando José de Alencar (1829-1877) era folhetinista do referido jornal escreveu a primeira série de folhetins: “Ao correr da pena”. Ah, veja, gnomo Verde, lá vai ele. Vamos segui-lo.

A dona Fantasia, o gnomo e outra criatura de olhos cor de pântano, que permanecia incógnita no chapéu do gnomo, perseguiam José de Alencar.

Continua – clique aqui


Bruxauva: ah, minha participação nessa coluna é importantíssima e se não fosse por MIM, o famoso escritor José de Alencar (bah) jamais teria escrito seu “Conto Fantástico”!!! Mas o que vocês querem saber de verdade, é se durante meu “Carnaval” eu consegui reconquistar o mago Limonada pela ducentésima vez, não é mesmo, seus curiosos?! Ele não resistiu aos meus feitiços – heheheh! O problema é que até agora ele está em choque depois que viu como minha verrugas cresceram, e nem com uma limonada docinha (eca) eu consigo fazê-lo voltar a si...

Gnomo Verde: não desvie os holofotes para você, sua bruxinha chata!! Deixe o pessoal ler a coluna que a Magalena escreveu a luz do luar.



Link para a leitura da coluna "O Roubo da Lua"
Continua – clique aqui

Beijinhos


Notinhas da Magalena:

O belíssimo e exótico site de literatura GARGANTA DA SERPENTE, da escritora, poetisa e divulgadora cultural, Agostina Akemi Sasaoka, está concorrendo ao prêmio IBest. Visitem o site, e se gostarem (eu e minhas criaturas fantásticas adoramos passear pelos jardins das letras da serpente) dêem seu voto no IBest:

Com meu agradecimento à Agostina pelo seu empenho a favor da literatura brasileira e a todos vocês, fantásticos leitores e amigos!

9 comentários:

  1. Ei Madalena,
    que legal esse seu post, lembrando o inigualável José de Alencar.
    Estou sempre por aqui, passendo, em silêncio, nesse espaço de pura magia.
    Um beijo e bom fim de semana
    Jacinta

    ResponderExcluir
  2. Jacinta, querida poetisa, muito obrigada pelas palavras de incentivo ao mundo da fantasia. Beijos e bom fim de semana para você também!

    ResponderExcluir
  3. Madá,
    qual é o link para eu ler a coluna?
    beijocas

    ResponderExcluir
  4. Letícia o link está em "continua - clique aqui", é este: http://www.comunidademayte.com/Portal/artigos.php?id=1737&idCanal=3

    Obrigada, querida, pelo carinho e atenção. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá boa tarde, hoje com mais calma venho conhecer esse cantinho tão alegre e acolhedor. Fiquei feliz com seu comentário na minha página, eu espero poder compartilhar de sua amizade. Pois nesse mundo virtual, onde a beleza que conta é aquela que vem da alma e pode ser purificada pelo amor e carinho que recebemos e dedicamos. É essa troca que nos faz tão pequenos e ao mesmo tempo tão gigantes na emoção. Desejo a você um domingo alegre e feliz e uma semana com muita paz, saúde e amor. Abraços fraternos do amigo.

    ResponderExcluir
  6. oLÁ.
    Ao passar por aqui, desejo que a felicidade te acompanhe.
    E deixo um beijinho para ti.
    Manuel

    ResponderExcluir
  7. Olá Sombra do Sol, muito obrigada pela sua gentil visita e comentário incentivador. O mundo da Fantasia agradece!! Um grande abraço.

    Manuel, adorei tua visita - também quero que sejas feliz! Teu blog está lindo com o poema de Lorca!! Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Deve ser os efeitos da "sopa de Tolkien", prezada Madalena, para torná-la capaz de juntar na mesma história a turma dos campos de morango para sempre, o grande José de Alencar, além da possibilidade de se roubar o brilho da lua.
    Sua imaginação vai aos confins do espaço-tempo, viaja até pelas bandas da Terra Média. Aproveita e diga aos Túks, aos elfos, ao Gandalf, ao Bilbo e toda aquela boa gente enfim, que eu mandei lembranças. Volte breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi, querida!Acabei de comentar sobre esse bem escrito texto no post acima.Ô, Gnomo Verde, não ralha com a Bruxauva, seu...seu...orelhudo!rs
    Bjins, Betha.

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...