quarta-feira, março 26, 2008

Morangos com outono... E novidades da moranguinha


SONHO OUTONAL

Sussurra seiva. Sussurra...
Sustenta estes braços em troncos dourados.
Guarda meus brotos em sonhos de OUTONO!

CHARME

Uma folha muito verde
libertou todo o frescor.
Branca, deixou-se pintar
pelo talento do Outono.

MADEIRA VIVA

Árvores seculares
vestidas de madeira viva.
Folhas com fios de prata.

Poeminhas de Madalena Barranco
Registrados na Fundação Biblioteca Nacional/EDA.

Gnomo Azul: nesta época minha floresta mágica fica dourada... As árvores dançam com a orquestra do vento outonal e depois, com os galhos cansados de tanta emoção, se despem de toda vaidade e antes de adormecerem em paz, doam suas folhas para as criaturas que vivem no solo, assim como eu, velho gnomo da floresta, pois ainda precisamos de um colchão.

Gnomo Rosado: e eu, que sou o gnomo mais novo do Letras de Morango, aprendo a viver e a festejar esse ritual de mais um ciclo da vida, junto com todos os seres da natureza. Eu sou uma das criaturas mais apreensivas que existe... Porque sou maluquinho por morangos e sei que depois do outono vem o inverno e... Aí, acontece a colheita dos moranguinhos do campo!

Bruxauva: bah! Enquanto esses gnomos orelhudos se refestelam e adormecem sobre folhas douradas, eu aproveito para caçar sapos dorminhocos...



Platinho: socorro! A Bruxauva ainda não me tirou essas orelhas horríveis! Desse jeito... É bem provável que eu me acostume com elas...



Magalena: e dizendo aquilo, as grandes orelhas felpudas de Platinho, o filosofinho do Morango, secaram em alguns segundos e caíram no solo da floresta mágica, onde se desenrolava esta curiosa cena. O feitiço da Bruxauva não havia resistido à magia dourada do outono! Finalmente nosso Platinho voltou ao normal e prometeu aparecer mais bonitinho no próximo post.


--->ALEGRIAS DA MORANGUINHA:

O livro MEUS OUTROS, da talentosa e amada poetisa Tere Tavares, amiga da Magalena e também de muitos amigos em comum há quase quatro anos, teve uma resenha feita pela Magalena publicada no site do Leia Livro, de incentivo à leitura do governo de São Paulo. Para a Magalena a Tere é uma de suas poetisas contemporâneas preferidas. Leiam a resenha e depois o livro para conhecer a melhor expressão do Impressionismo escrito em poesia e prosa poética.
Clique aqui e leia a resenha.


Sobre o “Evento Cultural Mesa para Oito”, anteriormente anunciado, da escritora e curadora Lunna Montez’zinny Guedes, onde reuniram-se poetas na Livraria da Vila no dia 19 último, já saíram as fotos no blog Identidade Própria. Confiram!!!
Clique aqui


--->TRISTEZAS DA MORANGUINHA:

”Arthur C. Clarke morre aos 90 anos”
”Morreu na manhã da última quarta-feira, 19 de março, o escritor de ficção-científica Arthur C. Clarke. Aos 90 anos, ele vivia no Sri Lanka desde 1956 e faleceu devido a problemas respiratórios. O autor britânico ganhou fama mundial com suas mais de cem obras de ficção-científica. Um de seus trabalhos mais conhecidos, o livro 2001 – Uma Odisséia no Espaço foi escrito simultaneamente como um romance e um roteiro para cinema, junto com Stanley Kubrick, que dirigiu o filme em 1968. No ano seguinte, Clarke foi um dos responsáveis pela cobertura ao vivo na televisão norte-americana da missão Apollo para a lua. O autor, um aficionado pela ciência, deixou instruções por escrito para que “nenhum ritual religioso de qualquer forma” fosse associado a seu funeral.”
Texto transcrito do Boletim PNLL nº 96 (Plano Nacional do Livro e Leitura).


Beijinhos

24 comentários:

  1. Madalena,

    Passei para lhe agradecer pelo comentário lá no pseudo poemas. É bom ser gostado né não?

    Quanto ao mesa para 8, que acabou sendo para 6, foi muito bom mesmo. Eu estava lá!

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Madalena, adorei seu Sonho Outonal.
    E ainda bem que o Platinho perdeu as orelhas!!!!!
    Uma beijoca da Bia

    ResponderExcluir
  3. Oh, David, eu também teria adorado estar no evento da querida Lunna... Mas 6 também é um bom número e pelas fotos, deve ter sido um sucesso! obrigada pela sua gentileza em me visitar. Abraços e até breve.

    Bia, querida!! O Platinho já está mais feliz e a dona Bruxauva, meio inconformada. Obrigada - muitos beijos.

    ResponderExcluir
  4. Madá

    Existe uma discussão aqui em casa:

    Denise diz que Bruxauva pronuncia-se BruxaLva, com "L"
    Eu digo que é Bruxa-uva.
    Afinal, qual é a pronuncia correta da nossa pequena musa?

    Beijo
    do Marcos

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida!O bom de visitar o Letras de Morando é que a gente fica por dentro do que ocorre no mundo literário e de quebra se diverte com a turminha.Gostei dos poemas sobre o outono!Bjins meus, Betha.
    Ps- Cobras e lagartos para minha "ídola" Bruxauva.

    ResponderExcluir
  6. Essas letras gostosas de se ler...
    Muita coisa para a gente ficar bem informado...

    Muito legal os quase haicais ...

    Abraços meus, minha querida!

    Germano
    Aparece...

    ResponderExcluir
  7. Magalena,

    gostei muito do sonho outonal, especialmente das "árvores seculares vestidas de madeira viva"... belíssima imagem!

    E gostei de saber que o Platinho perdeu as orelhas e a Bruxauva ficou com cara de taxo mal lavado.

    Abraço e até o próximo.

    ResponderExcluir
  8. Oi Madalena, to por aqui passeando e colhendo dos frutos maravilhosos da arte e do conhecimento de sua aldeia mágica.Adorei o filosofinho Platinho, com suas orelhonas acústicas...maravilhoso! Adoro todos, vibro com a Bruxauva e seu prato predileto de sapos, os gnomos...sabe que vivo aqui no mato n'outra aldeia que me canta na alma e amo os gnomos! Obrigada pela força, carinho, to providenciando o que me sugeriu. Um verde beijo na alma e no coração de cada criatura mágica aí da aldeia. lilian

    ResponderExcluir
  9. Indo na cola do Marcos, também acho que é Bruxa-uva. Álias, que sorte tem os gnomos, a bruxinha só gosta de sopa de sapo!.
    O mesa para oito foi sucesso! Vários blogues comentando. Que venham as próximas!
    Parabéns pela resenha, ficou ótima!!
    Bom fim de semana! Beijus

    ResponderExcluir
  10. Olá queridos amigos & leitores do Morango! Com seus comentários enriquecedores, carinhosos, inteligentes e divertidos o "morango" ganhou chantili de excelente qualidade!!! Muito obrigada pelas adoráveis mensagens.

    Responderei aos poucos a todos, com a devida atenção e carinho em seus blogs.

    Beijos meus e das criaturas fantásticas, que habitam este blog e dão vida ao mundo da fantasia.

    Magalena

    ResponderExcluir
  11. Está definitivamente explicado.
    Bruxauva pronuncia-se BRUXA-UVA


    Obrigado querida Madá, pela visita e pelo carinho.

    Beijos
    do Marcos

    ResponderExcluir
  12. Oi Madalena!
    Valeu pelos coments lá no meu Consciente In-Coletivo!
    Sempre é bom poder contar com colocações tão certeiras e criativas!
    Valeu! bjs

    ResponderExcluir
  13. Esta é a alma que voa de um Profeta
    Ao encontro do teu sentimento
    Este é o sal de alva espuma
    Que te ofereço e diadema de espanto…

    Olhos de alma, da tua alma
    Quero-os no cais da minha chegada
    Espero por ti em manto de ternura
    No encontro da minha caminhada


    Bom domingo

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  14. Bom dia querida amiga,

    Seu blog continua cada vez melhor, uma magia.
    Legal estarmos no outuno, o mundo prepara-se para o inverno, que também tem sua beleza.
    Sobre Arthur Clarke, uma pena, que descanse em paz.
    Um bj em todos os Gonomos, Platinho, até mesmo na Bruxauva, que não é má e vc porincipalmente
    bye.

    ResponderExcluir
  15. O Outono. A época do cair da folha, do definhar da vida, da aproximação do Inverno.
    Fica bem.
    E a felicidade por aí.
    Um beijinho.
    Manuel

    ResponderExcluir
  16. Passei por aqui para ler a poesia (ótima), para gostar do artigo do Arthur Clarke (forma magnífica) e para desejar muita alegria no seu blog. Além do que, uma fatia do doce com morango prometido; claro. Bjs.

    ResponderExcluir
  17. A trilogia dos "poeminhas" da estação é docemente bela. "Poeminhas", ora Madalena se era a sua intenção dar um aspecto infanto juvenil aos POEMAS, então deveria escrever "poemazinhos".

    Gostei dos depoimentos da galerinha do morango, assim como, de conhecer o novo habitante do lugar, o Gnomo Rosado.

    Arthur C. Clarke, diferente de Ray Bradbury, por exemplo, como cientista e ex-técnico da NASA, era o único escritor de ficção científica que respeitava todas as leis conhecidas da Física em seus romances. E nem mesmo esta "limitação" foi capaz de minimizar a sua imaginação exuberante ao compor as suas histórias. Grande autor, li todos os seus livros. Ótima lembrança!

    Campos de morango para sempre.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Olá, Madalena!

    Estive lá no Garganta da Serpente lendo o artigo "A paixão pela crônica", mas não soube como fazer para comentar. Eu sou apaixonado pelas crônicas, embora não seja um bom cronista. Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá, Madalena!

    Estive lá no Garganta da Serpente lendo o artigo "A paixão pela crônica", mas não soube como fazer para comentar. Eu sou apaixonado pelas crônicas, embora não seja um bom cronista. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Hum, a festa do Morango está cada vez melhor! Os amigos queridos são sempre bem-vindos. Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Oh, Zeca, no site Garganta da Serpente o espaço para comentários é no livro de visitas com o link visível na home. Agradeço sua gentileza em ler meu artigo e não se preocupe, pode comentar por aqui mesmo. Beijos. P.S.: eu também adoro crônicas!

    ResponderExcluir
  22. Lindo esse poema Outonal.
    O outono é uma época do ano que me agrada muito, o tapete de folhas das árvores são lindos e macios, embora muita gente não goste, eu acho belíssimo.
    Foi um perda enorme a partida de Arthur C. Clarke, me solidarizo com a Moranguinha.
    bjs,
    Denise BC

    ResponderExcluir
  23. Menina das letrinhas douradas...Passeando estava eu, quando me vi diante de lindas letrinhas coloridas chamadas "Sonho Outonal"...não teve jeito...me apaixonei por elas...DIVINAMENTE ACOLHEDOR SEU ESPAÇO ENCANTADO...PARABÉNS!!!!
    Que o Universo continue a te inundar de sonhos que transformas em palavras que nos alimentam de forma tão deliciosa...
    Gostaria de pedir-lhe se posso compartilhar suas palavras mágicas "SONHO OUTONAL

    Sussurra seiva. Sussurra...
    Sustenta estes braços em troncos dourados.
    Guarda meus brotos em sonhos de OUTONO!" em meu espaço? Quero fazer uma homenagem ao meu amor, que é um apaixonado também por letras e, pelo bello outono. Com os devidos direitos autorais...
    Beijinhos espiralados :D

    ResponderExcluir

Plante um moranguinho com seus comentários. A Magalena e sua turma responderão por aqui, ou, diretamente em seus blogs. Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...